Conheça os Cantores do Brooklyn

14 12 2009

Os Cantores do Brooklyn em sentido horário:
Biah Karfig
Cléo Caetano
Lola Fanucchi
Giovana Zotti
Valéria Tosta
Fabrício Binni
Nellson Oliveira
André Tonanni
Emmy Wagner
Carla Massumoto
Priscila Lavorato
Heloisa de Palma
Rogério Matias
Leandro Pacheco
Anna Gelinskas
Alexandre Lima
Lucas Arguello

Conheça agora alguns dos ex-cantores do Brooklyn que foram descobertos no restaurante e agora trabalham em grandes produções:

Marcos Tumura:
Participou de todos os espetáculos da Claudia Raia como bailarino, inaugurou o Brooklyn, saindo para o musical Rent, Aí vem o Dilúvio, Les Miserables, A Bela e a Fera, O Fantasma da Opera e Miss Saigon.

Simone Gutierrez:
Trabalhou durante alguns anos como garçonete-cantora no Brooklyn. Faz atualmente a protagonista Tracy do musical Hairspray.

Luana Bichiqui:
Musical Hairspray e Chiquinha Gonzaga

Heloísa de Palma:
Les Miserables, Peter Pan, Mágico de Oz, espetáculos de final de ano da Disney e atualmente no Hairspray

Bianca Tadini:
Rent, West Side Story, My Fair Lady e O Rei e Eu.

Philipe Azevedo:
Foi garçon-cantor do Brooklyn até o final de 2008 e deixou o restaurante quando participou da montagem de A Bela e A Fera.

Fernando Belo:
Foi garçon-cantor do Brooklyn até o final de 2008 e deixou o restaurante quando participou da montagem de A Bela e A Fera. Participou também de montagens da Disney.

André Tonanni:
O cantor solo foi convidado para entrar no time de cantores do Brooklyn após a apresentação experimental do musical “The Last 5 Years” e deixou o restaurante em 2010 quando participou da montagem de Into The Woods (Era Uma Vez) como Príncipe da Rapunzel.

André Dias:
RENT, Avenida Q, Mágico de Oz, e alguns espetáculo no RJ (Radio Nacional).

Leandro Pacheco:
Saiu do restaurante para fazer Pinóquio – Musical, voltou recentemente para assumir a direção artística da casa.

Rogério Matias:
Les Miserables, veio trabalhar como pianista na casa, assumindo posteriormente o cargo de diretor musical, tendo feito nesse período os espetáculo Naked Boys, Peter Pan, além de dirigir vários cursos-montagem de musicais para jovens atores.

Péricles Carpigiani:
Depois de participar de Rent, passou a fazer parte da equipe de Garçons Cantores saindo para ser integrante da banda Nove mil anjos, atuando como cantor compositor e parceiro de Junior (da dupla Sandy e Junior).

Raul Figueredo:
Mágico de Oz, foi diretor artístico da casa de 2004 a 2009 e continua nos Doutores da Alegria.





Brooklyn Restaurante – A Broadway em SP

14 12 2009

Já imaginou ser servido por uma garçonete que canta tão bem quanto um ator da Broadway, ou um garçom que lhe faz pensar estar em um show de Ópera? Já imaginou assistir a números de grandes musicais da Broadway sem sair do Brasil e sem precisar ir a um Teatro?

A decoração teatral é explicável. Além de restaurante, funciona como casa de shows. E as estrelas são os próprios garçons. A cada 20 minutos, eles deixam as bandejas de lado e cantam temas de musicais da Broadway e temas de Jazz. Acredite, fazem bonito. A cozinha também não desafina. À frente das caçarolas, o chef Junior Belém prepara receitas criativas – confit de pato sobre purê de pinhão e molho de damasco, risoto de camarão ao molho de caju e cravo e cebola recheada de carne-seca, abóbora e catupiry acompanhada de beterraba agridoce.

Brooklyn Restaurante, um projeto inovador e moderno com um conceito único. Desde sua inauguração em 09/09/1999 na cidade de São Paulo, vem trazendo em seu cardápio duas atrações: criações gastronômicas e spots de musicais da Broadway. Uma mistura que surpreende e costura as atividades da casa.

O Brooklyn Restaurante com quase cinco anos de vida continua inovando, tanto na culinária com a originalidade do chef Junior na elaboração dos cardápios sem influências de culinárias especificas, apenas com toques mediterrâneos, como nos spots musicais da Broadway, cantados e interpretados (em inglês) por jovens profissionais do Teatro Musical, que além de atuar dão pinta como garçons. A direção musical está a cargo de Rogério Matias e a direção artísica, Leandro Pacheco.


Todo esse entretenimento começa desde a fachada, com uma autêntica reprodução do bairro americano do Brooklyn (NY), característico por seus prédios de 3 andares com tijolos aparentes e escadas de emergência externas. Dentro temos um ambiente clean: paredes claras, cortinas brancas e mesas em mármore. O bar, em um descontraído lobby, acomoda cerca de 20 pessoas para um drink antes do jantar, já no salão principal e mezzanino, cerca de 130 pessoas podem ser distribuídas nas 30 mesas de 4 até 10 lugares cada.

A partir das 21h, começa a performance dos garçons cantores. Dirigida por Leandro Pacheco e Rogério Matias, a equipe se apresenta em intervalos de trinta minutos. Do Brooklyn Restaurante já saíram artistas que participaram de peças e musicais como Rent, Lês Miserables, Fantasma da Ópera, Beijo da Mulher Aranha, Mágico de Oz, Rei Leão e Pequena Sereia.

O nome Brooklyn Restaurante foi uma homenagem ao bairro em que fica localizado e, claro, ao bairro da maior cidade dos EUA. Por isso, a fachada estabelece uma relação lúdica entre os dois bairros de São Paulo e Nova York.

A mistura da música e gastronomia surpreende e se torna o diferencial da casa. “Temos a preocupação de estar sempre inovando, tanto na culinária, com sua originalidade na elaboração dos cardápios, quanto nos spots de musicais”, afirma Maria Amélia Accioly de Carvalho, sócia do Brooklyn. “E como diz o próprio cardápio do restaurante – acrescenta – os clientes fazem uma viagem a Nova York com o melhor da música, do show e da gastronomia, sem sair de São Paulo.

A idéia de se fazer o Brooklyn em São Paulo surgiu a partir de uma viagem a Nova York, em 1999, explica Maria Amélia. “Estivemos em um restaurante antigo, da década de 30, chamado Asti, onde os garçons durante a noite cantavam operetas, já que a casa era freqüentada por grandes estrelas da ópera.” Ela conta que quando voltou a São Paulo resolveu adaptar a idéia para um restaurante mais contemporâneo, onde os garçons cantores se apresentariam cantando e dançando musicais de sucesso da Broadway. “Fomos felizes na época da inauguração, em 1999, pois foi nesse ano que se iniciou o ‘boom’ dos musicais em São Paulo, com a vinda da CIE e a estréia do musical Rent.”

Confira alguns dos musicais interpretados pelos cantores:
Fantasma da Ópera
Miss Saigon
Les Miserables
Evita
Chicago
Wicked
O Rei Leão
A Bela e a Fera
Fame
Mamma Mia
West Side Story
Cabaret
Hair
Dreamgirls
Jekyll & Hyde
Chorus Line
Ragtime
entre outros

Contato: Brooklyn Restaurante
Rua Baltazar Fernandes – 54 (Brooklyn)
(11) 5533-4999 ou (11) 5093-8802
www.brooklynrestaurante.com.br

Fonte: Bares SP, Alta Gastronomia