T4F Aposta em Nova Estratégia de Marketing

6 08 2010

Uma noiva passeia pelas ruas de São Paulo com o seguinte recado: “prepare-se para o casamento mais emocionante do ano”. No shopping Iguatemi, na zona sul da capital, consumidores recebem garrafas de água com a frase “Aceito – Prepare-se para o casamento mais emocionante do ano”. O site A Noiva do Ano ainda cadastra interessados que querem saber mais sobre as apresentações. Estes são os teasers que prometem agitar a cidade para o lançamento do musical Mamma Mia!, que chegará a São Paulo em novembro deste ano pelas mão da Time for Fun (T4F).

As ações de marketing de guerrilha são parte do planejamento criado pelo departamento de marketing da companhia, que pretende, assim, promover buzz sobre a chegada do show no Brasil, gerar awareness sobre o conteúdo do espetáculo e anunciar a abertura de vendas dos ingressos. O teaser ainda contará com anúncios em jornais e no UOL.

“Pretendemos comunicar de forma diferente por que o mercado está mudando. Vamos sair da mídia tradicional para o mundo do entretenimento“, explica Susana Arbex, diretora de marketing da T4F. Susana ainda destaca as quatro mil garrafas d’água com rótulos customizados. “Com isso, conseguimos comunicar de um jeito divertido, sem ser invasivo. E ainda distribuímos um brinde consumível, não poluente”, pontua.

A revelação do teaser acontece a partir desta sexta-feira, 6. A T4F colocará um anúncio de uma página nos guias da Folha de S. Paulo e de O Estado de S. Paulo, além de veicular, também em uma página completa, nos cadernos de cultura dos dois jornais no sábado. “Os anúncios em jornais ainda são realidade, mais ainda do que na televisão“, explica a executiva. Além disso, a partir do dia 12, uma noiva vai circular pelo Metrô de SP com uma faixa, que divulga o site do musical (www.musicalmammamia.com.br), ainda fora do ar.

O Bradesco Seguros será patrocinador máster das apresentações. Clientes dos cartões American Express e Bradesco terão benefícios exclusivos. O co-patrocínio será de Telefonica e Cielo.

Fonte: MMOnline

Anúncios




Reforma de Estádios Prejudica T4F

14 04 2010

Ao lançar em São Paulo, na manhã desta terça-feira (13), uma nova tecnologia de venda de ingressos, o Show Pass, a maior empresa de show biz da América Latina, a Time For Fun (T4F), queixou-se que a indústria de que faz parte – e que se tornou a terceira maior do mundo – poderá sofrer duro golpe nos próximos meses com o fechamento de estádios para reforma. O Parque Antártica, que abrigou show recente do Guns ‘N Roses (e vai receber o Aerosmith), fecha em junho. O Pacaembu está vetado pela Prefeitura. O Morumbi, caso seja mesmo destinado à partida de abertura da Copa do Mundo, fechará ainda esse ano para a remodelação. No Rio de Janeiro, o Maracanã fecha em setembro e vai abrir só depois de 20 meses.

Fernando Altério, CEO da Time for Fun, disse ao Grupo Estado que pediu à gestão de Gilberto Kassab que libere o Pacaembu para concertos de pop e rock por um determinado período, para evitar o blecaute na indústria de entretenimento nacional. “Alguma solução tem de ser dada, porque tá ficando muito crítica a situação”, disse o empresário. “O Anhembi é uma coisa improvisada. Como estádio, a única alternativa é o Morumbi. Notícia de hoje no Estado de S. Paulo diz que o estádio não vai receber nenhum jogo da Copa – não vou dizer que estou torcendo para que isso ocorra, mas não vou ficar chateado. Porque, se o Morumbi fechar para adaptação para a Copa, aí a situação vai ficar supercrítica”, afirmou Altério.

“Nós estamos fazendo gestões junto à municipalidade na tentativa de, pelo menos, reabrir o Pacaembu para um número limitado de shows. Se a imprensa ajudar a sensibilizar os administradores da cidade nesse sentido, isso será muito importante. Porque daqui a pouco não vai ter mais o que fazer mesmo.” A Time For Fun é proprietária das casas de shows Credicard Hall, Citibank Hall (São Paulo e Rio) e Teatro Abril e operadora no País da Ticketmaster. Anunciou uma tecnologia exclusiva de venda de ingressos em parceria com a operadora Mastercard, de cartões de crédito, o Show Pass.

Trata-se de um cartão pelo qual o consumidor terá acesso exclusivo a todos os shows realizados pela produtora (que controla 80% do mercado da América Latina). De posse do cartão, cada consumidor pode comprar até 8 tíquetes em máquinas especiais nos postos de venda. Ele passa o cartão na máquina e recebe um comprovante, com o número do assento e as informações do show. Mas é o próprio cartão que servirá como acesso aos shows, coibindo os ingressos falsos. O espectador não terá mais de pagar pela taxa de entrega, mas paga 20% de conveniência.

O Show Pass está valend para todos os shows realizados pela Time For Fun (devendo ser estendido também para os musicais do Teatro Abril e arenas de outros Estados, como o Gigantinho, de Porto Alegre). Segundo Fernando Altério, a tendência no mercado de show biz é que a compra de ingressos passe dos chamados “meios presenciais” (bilheterias) para os “não-presenciais” (call center e internet) Ele disse que o show recente do grupo australiano AC/DC, no Morumbi, teve os ingressos esgotados em 16 horas e 70% das vendas aconteceram via internet. A nova tecnologia é considerada pelos empresários a mais apropriada para compra pela internet.

Curiosamente, a parceria entre Time for Fun e Mastercard pode trazer prejuízo para uma das empresas do grupo TF4, que é a Ticketmaster (atualmente, essa empresa controla 62% do mercado americano de venda de bilhetes de shows). Se o espectador optar por comprar pelo novo cartão, deixa de pagar pela taxa de entrega, que é a base do lucro da Ticketmaster. “É um benefício para o consumidor, e isso não tem preço. É um benefício tangível e exclusivo”, disse Gilberto Cardart, presidente da Mastercard.

Segundo Fernando Altério, a parceria com a administradora também pode ajudar a trazer novos shows para o Brasil. Ele disse que há grandes concertos em negociação, mas só confirmou um: a turnê de Lady Gaga, em estudos para o segundo semestre. Altério disse que o fechamento do Morumbi não é um entrave para a apresentação da cantora. “O show da Lady Gaga não seria para um local dessa magnitude. Seria para umas 30 mil pessoas. Não vejo o show dela para 50 mil, por enquanto, no Brasil“. Esse é um dos conteúdos que estão em estudos de virem para o Brasil no segundo semestre.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul (Jotabê Medeiros – AE).





T4F – Time For Fun

24 12 2009


A T4F, Time For Fun, é uma multinacional brasileira que atua no ramo de entretenimento ao vivo. As linhas de negócios incluem as atividades de promoção de espetáculos musicais e teatrais; operação de casas de espetáculos e ações de comunicação.

A T4F é, ainda, a controladora da Vicar, promotora da Copa Nextel de Stock Car e opera a bandeira Ticketmaster, no segmento de venda de ingressos.

Antigamente, possuia o nome de CIE BRASIL, mas em 25/09/2007 mudou seu nome para T4F – Time For Fun. A alteração faz parte do contrato de compra, pela Gávea Investimentos, banco de investimentos do ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga, do controle das operações da empresa de entretenimento CIE (Corporação Interamericana de Entretenimento) na América do Sul por US$ 150 milhões, ocorrido em maio de 2007. A empresa, com isso, pretende internacionalizar seu nome, já que realiza também grandes shows na Argentina e no Chile.

De acordo com Fernando Alterio, “a Time for Fun será uma empresa multinacional, controlada por brasileiros, com uma grande variedade de atrações nacionais e internacionais”. A T4F é proprietária das casas de espetáculos Credicard Hall, Citibank Hall e Teatro Abril, em São Paulo, Citibank Hall, no Rio de Janeiro, da Motivare, agência de comunicação below the line.

Confira o comunicado que foi veiculado nos jornais Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Gazeta Mercantil e Valor Econômico:

A CIE Brasil agora se chama Time for Fun.


A mesma equipe e o mesmo espírito que trouxeram para você Red Hot Chili Peppers, Blue Man Group, Miss Saigon, Roger Waters, Cirque du Soleil, Rush, Peter Pan, Aerosmith, A Bela e a Fera, O Fantasma da Ópera, Roberto Carlos, Marisa Monte, a Stock Car e outros megasucessos vão acelerar ainda mais as suas emoções, o seu lazer e a divulgação da arte e da cultura no Brasil.

Nossa missão é fazer seus olhos brilharem. Nossos compromissos são o culto aos detalhes, a ética e a geração de alegria para todos os nossos públicos, do sorriso da criança banguela até o senhor que esconde as lágrimas. Você pode gritar de espanto, pode chorar de emoção, pode gargalhar até ficar com as maçãs do rosto doloridas. Mas você jamais vai ficar indiferente ao trabalho que nós vamos fazer por você.

A Cie Brasil agora é Time For Fun, a maior empresa de entretenimento da américa do sul.

Fonte: Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Gazeta Mercantil, Valor Econômico e MMOnline